terça-feira, 9 de setembro de 2008

Seleccionador Novo, Selecção Nova!

Carlos Queiroz estreou-se a vencer em jogos oficiais pela Selecção Nacional num encontro bastante acessível contra a Selecção de Malta. A equipa renovada que Queiroz apresentou, demonstrou maturidade, calma, segurança e até ao final provou ser merecedora do estatuto de "favorita". Ao contrário de encontros anteriores, não substimaram o adversário, "adormecendo" e facilitando a progressão do mesmo, que aproveitando uma distração da nossa defensiva, finaliza e faz o inesperado! Portugal soube fazer circular a bola, controlar o jogo e criar "espaços" na "muralha" defensiva maltesa. A velocidade nas alas, a mobilidade e a visão de jogo de alguns jogadores foram fundamentais.

É certo que ainda é cedo para avaliar o trabalho de Queiroz: os testes que lhe foram apresentados, embora úteis para conhecer melhor os jogadores e testar a circulação de bola, a construção de jogo, a "abertura" de "espaços", a capacidade de finalização da equipa e a sua atitude perante adversários menos favoritos, não são ainda decisivos. É cedo para ter noção daquilo que será a equipa portuguesa nos próximos 4 anos. Contudo penso que podemos esperar uma Selecção mais jovem, mais "rodada", mais táctica e eficaz.

Penso ainda que o novo Seleccionador poderá ter um papel fundamental na transição e adaptação de jovens jogadores (em especial dos sub-21) ao escalão sénior, assim como poderá ser responsável pela descoberta e lançamento de novas opções para o seu "onze". Para além das suas qualidades a nível táctico e técnico, Queiroz é considerado um especialista na formação de jovens jogadores.Muitas expectativas têm sido criadas em torno do novo "Mister" luso, e muitas comparações feitas em relação a Scolari. Perante isto gostaria de lembrar que embora ambos tenham desempenhado o mesmo cargo, não é possivel estabelecer uma comparação total entre ambos: Queiroz e Scolari representam tipos de treinadores diferentes, com diferentes modelos de jogos e metodologias de treino. Como tal , não se pode esperar o mesmo trabalho mas sim bons resultados e boas prestações.

Para concluir só tenho a dizer que, com os seus defeitos e qualidades, Scolari fez muito pela Equipa Portuguesa: colocou Portugal na Europa das Grandes Selecções e reacendeu a "paixão" dos portugueses pela equipa de todos nós! Esse mérito é seu e temos de lho reconhecer. Quanto a Queiroz desejo-lhe as maiores felicidades e sucesso, pois agora que nos habituamos a ser grandes não queremos outra coisa! Daquilo que até agora o "professor" nos mostrou, penso que podemos estar confiantes e prontos para continuar a pisar grandes palcos! Parabéns pelo bom trabalho e ... Bem-vindo à Selecção!

2 comentários:

lulinha disse...

Bem-vinda ao Blog Alexandra! Que seja o primeiro de muitos posts...

Kazan disse...

Bem vinda Alexandra!K bom poder ler coisas de mulheres e ainda por cima k até sabem do k falam ;-)
E já agora, parabéns tb á revista por apostar no sektor feminino. Venham elas!!!!