quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Liga Intercalar: Zona Sul sorteada

O sorteio da Liga Intercalar (Sul), denominada “Prova dos Novos Talentos”, teve lugar ontem no Museu da Mãe D´Água, em Lisboa, e contou com a presença entre outros de Rui Costa e Paulo Bento.
Na primeira jornada da Zona Sul, a realizar a 22 de Outubro, o sorteio ditou os seguintes jogos: Estrela da Amadora – Belenenses, Sporting – Mafra e Benfica – Torreense.
À 5ª jornada, a 3 de Dezembro próximo, lugar a um Benfica - Sporting.
O director desportivo do Benfica, Rui Costa, que representou os encarnados, pensa que a Liga Intercalar é uma óptima prova para observar os jogadores mais jovens…Já o treinador do Sporting, Paulo Bento, diz que esta competição será útil para os juniores, pontualmente reforçados com jogadores da equipa principal…
Bento não vai assumir a gestão técnica da equipa do Sporting que participará neste torneio, a menos que participem seniores nos jogos.
Entretanto, também ontem teve lugar a primeira jornada da Liga Intercalar - Zona Norte, com a realização de três jogos.
O Paços de Ferreira recebeu e venceu o Boavista, por 3-0, com os três golos a serem apontados por Jorginho.
O Desportivo das Aves ganhou no estádio do Varzim, por 1-0, golo de Romeu Torres, enquanto o Freamunde bateu em casa o Feirense, por 2-0, com golos de Alan Dinamite e Cascavel.
O derradeiro jogo da primeira ronda terá lugar no sábado, dia 11, pelas 15h00, no Estádio S. Miguel, entre Gondomar e Leixões.
O FC Porto folgou.

2 comentários:

Miguel Barros disse...

É com muito agrado que vejo o início desta 2ª edição da Liga Intercalar. E é com mais agrado que vejo que ela se estende este ano a outra associação do país.

A criação desta liga é uma prova de que no campo do dirigismo desportivo do nosso país não existem apenas "inúteis" (para não lhes chamar algo mais forte e mais apropriado com a classe). Temos dirigentes jovens com ideias que pretendem dar uma nova dinâmica ao futebol português.

A aposta na formação é algo de muito importante no nosso desporto, regra geral. E a criação desta liga foi precisamente dar aos jovens futebolistas a oportunidade de se mostrarem, de competirem ao mais alto nível num campeonato de reservas. Campeonato de reservas que devo acrescentar de elevada qualidade (falo da edição do ano passado, a qual acompanhei ao pormenor semanalmente).
Em suma, foi uma excelente iniciativa da AF Porto, e que ao que parece foi acolhida com muito agrado por outras associações do país.

Este ano a AF Lisboa juntou-se à iniciativa e quem sabe se em próximas edições mais associações se juntam à "festa" cujo objctivo é precisamente dar oportunidades aos jovens jogadores (oriundos dos escalões de formação) dos nossos clubes.

É uma grande competição esta, e estou certo que tal como no ano passado será coroada de sucesso.

Pena é que ela não possa ser composta por mais clubes, tanto a norte como a sul.
Equipas profssionais como o Rio Ave, Trofense, e Estoril podiam muito aderir a esta excelente competição.

Pena é também que a mesma não esteja a ter a cobertuta televisiva que teve o ano passado, através do Porto Canal, facto que ajudou imenso à divulgação e cimentação da competição. Não é por ser portuense e "consumidor" do Porto Canal mas que foi feita uma excelente e extensiva cobertura semanal da competição lá isso foi. Espero por isso que o Porto Canal, ou outra estação de televisão, olhe com muita atenção para esta jovem e muito interessante competição que na temporada passada se apresntou extremamente competitiva (de incerteza quanto ao vencedor até ao fim).
E pela 1ª jornada da Zona Norte dá para ver que o factor competitivo (recheado de resultados imprevisivéis) não vai faltar...

xoco frito disse...

As equipas B nunca deviam ter acabado, e por isso é com muito agrado que vejo o desenvolvimento da Liga Intercalar, uma competição que permite aos nossos jovens ter um primeiro contacto com o futebol mais ´rijinho'.
É algo que não interfere minimamente com o campeonato de juniores, principalmente em relação aos 'grandes', dadas as diferenças de qualidade que ainda existem para as restantes equipas.
O que também é muito importante é importante é també permitir dar ritmo aos menos utilizados dos seniores e a jogadores que venham de lesões prolongadas.
É preciso é que apareçam ainda mais equipas, para que esta competição se desenvolva ainda mais.