segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Penafiel de primeira!

Não se deve medir uma equipa pelo seu nome ou estatuto! Foi isto que o Penafiel provou ontem na Luz ao “empurrar” o Benfica para as grandes penalidades (e quase para fora da 4ª eliminatória da Taça de Portugal). Esta equipa proveniente da segunda divisão B, demonstrou uma grande capacidade organizativa, de construção atacante, coesão defensiva, capacidade pressionante, e uma condição física impressionante que lhes permitiu continuar a sonhar com vitória mesmo no prolongamento. Para além de tudo isto, a nível psicológico o Penafiel vinha pronto para disputar a eliminatória, para mostrar que tem algo a dizer no futebol português. Esta atitude guerreira contribuiu assim, para uma exibição de grande nível desta equipa que nunca se deu por vencida. O Penafiel comprovou que, mais do que dribles e remates, o futebol é também um jogo de atitude.
É verdade que o Benfica esteve longe de exibir a qualidade que frequentemente lhe é atribuída, parecendo demasiado relaxado e “molengão”. Este facto foi bem aproveitado pela equipa do Penafiel, e o mérito de terem dominado a situação, a garra com que encaram o jogo e a qualidade da sua exibição pertencem ao colectivo orientado por Rui Quinta. E isso ninguém lhes pode tirar!
Porquê realçar o desmérito do Benfica, quando o Penafiel se mostrou um adversário à altura de um dos grandes do nosso país? Porquê menosprezar o esforço daquela equipa, que certamente deixou muito orgulhosos os seus adeptos?
Este jogo que sirva de exemplo a “grandes” e “pequenos”! No futebol, tudo pode acontecer. Não é uma ciência exacta! É impossível ter a certeza de qual será o vencedor antes do apito final! Por isso, quando entram em campo, na mente de toda a equipa não devem constar “rótulos”, mas antes vontade de vencer, de honrar a camisola e de contribuir para tornar o futebol no espectáculo mais fantástico do mundo! Foi isso que vi ontem a equipa de Rui Quinta fazer e é essa a recordação que guardo do jogo!
Parabéns Penafiel por cumprir a missão na perfeição!

1 comentário:

O COMANDO É MEO disse...

Grande Alexandra! Aqui está mais uma análise à maneira...Só tem um senão, o nome do grande mister do Penafiel não é Rui Quintas, mas sim Rui Quinta! Um dia, quem sabe, pode ser que venha a ter várias...

PS: Gostei particularmente da imagem escolhida...