quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Era uma vez um Ferrari...

Cristiano Ronaldo saiu esta manhã ileso de um acidente automóvel, em Manchester. O jogador destruiu o seu Ferrari ao embater contra uma barreira de protecção de um túnel na cidade britânica.
Apesar dos enormes estragos na viatura, Ronaldo escapou 'sem um arranhão' do aparatoso despiste e conseguiu sair do automóvel pelo próprio pé. O luxuoso carro, estimado em cerca de 163.000 euros, ficou reduzido a um 'salvado'.
A Polícia chegou ao local do acidente cerca das 10h20 e fez o teste de alcoolémia ao "Bola de Ouro", que acusou negativo.
As autoridades informaram ainda que Edwin Van der Sar, guarda-redes do Manchester e companheiro de equipa de Ronaldo, seguia o futebolista português no seu Bentley mas não se envolveu no acidente. Os jogadores viajavam das suas casas, em Cheshire, em direcção ao complexo desportivo dos "red devils", em Carrington.
O Manchester United confirmou que Ronaldo está bem de saúde e participou no treino desta manhã.
Jody Lomax, testemunha ocular do acidente, conduzia atrás de Ronaldo quando se deu o despiste. "O Ferrari foi directamente contra a parede, a roda frontal do lado esquerdo saltou e depois Ronaldo saiu do carro", afirmou à BBC.
"Obviamente que fiquei impressionado ao ver um Ferrari ir contra a parede e ver o Ronaldo. Ele estava nervoso - quem não ficaria? - mas é uma pena pelo carro, também", acrescentou.

2 comentários:

Imperio Bonança disse...

Dasss nós agora é que nos lixamos!!!

materials disse...

I think I come to the right place, because for a long time do not see such a good thing the!
jordan shoes