domingo, 13 de junho de 2010

Campeonato da Europa: Uma História Repleta de histórias! (parte1)

O Primeiro Campeonato da Europa e a Alegria dos Russos

À semelhança do primeiro torneio, a estreia do Europeu de Futsal também foi apadrinhada pelo povo Espanhol. Desta feita, Granada (1999) foi o palco escolhido para determinar quem se iria consagrar como “Selecção Rainha” do Futsal na Europa.

Em solo Espanhol, a Rússia acabou por levar a melhor numa final dramática frente aos anfitriões. A final estava empatada, e nem a avalanche de golos registada na segunda parte (no curto espaço de 88 segundos, foram marcados 4 golos), permitiu resolver esta situação. No desempate por grandes penalidades, após o teimoso 3-3, nasceu um herói russo: Konstantin Eremenko. Foi este homem o escolhido para converter o decisivo pontapé, que deu o troféu aos Russos. Contudo, é importante fazer aqui também uma menção honrosa a Oleg Denissov. O guarda-redes russo defendeu duas grandes penalidades e ajudou também a travar as ambições espanholas.

Em 3º lugar ficou a “Squadra Azurra”, depois de ter vencido por 3-0 a congénere Holandesa.

2001: A vingança de “Nuestros Hermanos”:

A Espanha não achou muita piada à “gracinha” dos Russos no Euro ’99 e, por isso, vingaram-se no Europeu seguinte, em Moscovo (2001).

Neste Europeu, e depois de ter perdido nas meias-finais com “nuestros hermanos”, a equipa da casa acabou por obter um “honroso” 3º lugar, após ter “empurrado” a Itália para fora do pódio no encontro de atribuição do 3º e 4º lugares.

Os espanhóis bateram, na final, a congénere ucraniana por 2-1. Alberto Riquer e J. Sánchez foram os goleadores Espanhóis responsáveis por anular a vantagem da equipa de Leste, alcançada por Georgiy Melnikov.

• 2003: Campeão? Só o anfitrião!

Mais uma final emocionante, mais um 0-0 teimoso à espera de um “herói” que o resolvesse. Em Caserta (Itália), os adeptos tiveram de sofrer até dez minutos do final para verem Vinicius Bacaro concretizar uma das várias “ameaças” que já havia feito à baliza Ucraniana.

Este torneio ficou também marcado pela decepção Espanhola: os campeões do Mundo não conseguiram ultrapassar as “meias”. Por outro lado, a Bélgica e a República Checa foram as revelações do Campeonato.

• 2005: E vão 3 para a Espanha!

Bi-campeã do Mundo (2004), a Espanha conseguiu em 2005 alcançar novamente a glória europeia. Na República Checa, e frente aos eternos rivais Russos, a Espanha levou a melhor na final de Ostrava, vencendo-a por 2-1. Andrea e Cogorro foram os goleadores de serviço para a Selecção Espanhola, que conquistava o seu 3º título europeu!

O terceiro lugar do torneio foi entregue aos italianos que, numa re-edição da final de 2003, derrotaram por 3-1 a equipa Ucraniana.

2007: Espanha bi-campeã em solo Português:

Gondomar e Santo Tirso foram os palcos escolhidos para acolher o Europeu de 2007.

Aqui ficou mais uma vez atestada a supremacia espanhola no panorama europeu do futsal. Com o melhor ataque da prova, o maior número de jogos sem perder e o 1º lugar no grupo B, “Nuestros Hermanos” repetiram o êxito de 2005.

Na final, com a congénere italiana, os espanhóis venceram por 3-1 o encontro.

A nossa Selecção, anfitriã da prova, acabou por ficar fora do pódio. Após ter perdido a meia-final frente aos campeões nas grandes penalidades, os portugueses foram derrotados por 3-2 frente à Rússia.

A história continua na próxima semana, com o mais recente e último capítulo: o Europeu de 2010!

6 comentários:

Flavio Soares disse...

Parabens pela rubrica, é raro ver artigos sobre futsal nos meios de comunicação em portugal

jota disse...

O futsal português está quase ao nivel da espanha.. falta só mais um ou dois brasileiros naturalizados...

Rodrigues disse...

Se dessem tanta atensao ao futsal como dão ao futebol rapidamente percebiam que esta é uma modaldiade com tudo para ser muito mais espetacular e emotiva que o futebol. Há jogos que em 90 minutos é só pontapé prá frente e sem golos. No futsal, em 25 minutos chegam a haver mais de uma dezena de golos!

ANDREAS NIGG BANK VONTOBEL ZURICH disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ANDREAS NIGG BANK VONTOBEL ZURICH disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ROBERTO GORINI LE REGOLE DEL DENARO disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.